A Varicela, popularmente conhecida como catapora

Treatment,Of,Ulcers,From,Chickenpox,,Varicella,With,Medical,Cream

A Varicela, popularmente conhecida como catapora, é uma infecção viral que se caracteriza por contagiosidade extremamente acentuada. Muito embora seja considerada benigna na infância, estudos demonstram uma crescente incidência de casos graves, com complicações severas.

Sendo facilmente transmissível por aerossóis, produzidos na tosse e nos espirros, inicialmente, o vírus Varicela-zóster (VZV) infecta as vias respiratórias superiores quando da inalação de gotículas pelo paciente suscetível.

Uma vez presente no trato respiratório, o vírus alcança o sistema linfático através do qual se difunde para o resto do corpo.

 

Após o período de incubação, o vírus atinge as mucosas e a pele e aparecem pequenas vesículas no rosto e na parte superior do tronco, que se convertem em pústulas e rompem, formando crostas – rash cutâneo vesículopustular, que se apresenta nas diversas formas evolutivas (máculas, pápulas, vesículas, pústulas e crostas), acompanhadas de prurido.

As lesões, após algumas horas adquirem o aspecto vesicular, evoluindo rapidamente para pústulas e depois para crosta em 3 a 4 dias.

Em crianças previamente saudáveis, o adoecimento por varicela geralmente tem um curso benigno, com início repentino, apresentando febre moderada durante dois a três dias, sintomas generalizados inespecíficos e erupção cutânea pápulo-vesicular que se inicia na face, no couro cabeludo ou no tronco. Em crianças com saúde mais frágil e nos adultos não vacinados e sem doenças crônicas, a varicela cursa de modo mais grave do que nas crianças: a febre é mais elevada e prolongada, o estado geral é mais comprometido, o exantema mais pronunciado e as complicações mais comuns podem levar a óbito. Para além das lesões cutâneas, febre e mal-estar geral, os doentes podem desenvolver outras complicações como disseminação para o sistema nervoso causando meningite, encefalites e  cerebelites, além de comprometimento mais severo das vias respiratórias, com pneumonite viral, pneumonia e  otites/sinusite.  Também podem acontecer outras complicações infecciosas como infeções bacterianas secundárias da pele, glomerulonefrites (acometendo os rins), e problemas hematológicos, como púrpura trombocitopenica e varicela hemorrágica.

 

Essa é uma doença com potencial de gravidade, prevenível, mas que vem tendo níveis de adesão à vacinação abaixo do necessário para seu devido controle. Desde 2015, as taxas de cobertura estão abaixo de 80%, ou seja, muito aquém da meta de 95%, considerada adequada para controle da doença, o que pode favorecer a ocorrência de surtos no período sazonal. Na Bahia, até esse momento, já foram notificados mais de 300 casos de varicela, com casos graves, com necessidade de internamento.

Como uma doença prevenível por vacina, é necessário garantir que nossas crianças e adultos com saúde mais frágil estejam protegidos de formas graves da doença. O Incar Vacinas oferece a vacinação para proteção contra Varicela da maneira mais segura e para todas as idades. Vacine!!! Prevenir sempre será a medida mais importante!!!

Dra. Tiana Mascarenhas

Dra. Tiana Mascarenhas

Graduada pela UFBA
Residência médica em Infectologia pela Real Sociedade de beneficência Espanhola
MBA em Controle de Infecção Hospitalar
MBA em Excelência Operacional em Saúde, pelo Hospital Israelita Albert Einstein
Green Belt pela metodologia Len Six Sigma